Monthly Archive: July 2018

Dá para cuidar da pele com pouco dinheiro?

Nesta época do ano, a pele costuma ficar mais ressecada e craquelada, afinal, o mau tempo afeta todo o nosso corpo. Porém, cuidar do corpo e da pele é difícil com a correria do dia-a-dia e com os preços de muitos produtos, mas, a opção mais corriqueira e também a mais barata, é uma das mais antigas: tratamentos caseiros.

Sabemos que, de uma maneira geral, com tratamentos ou não, a pele está sujeita a inúmeros malefícios: a poluição; sol; rugas; espinhas e manchas, entretanto, com alguns cuidados básicos e diários será possível reduzir estes malefícios e tornar sua pele mais saudável.

A coisa mais importante, é lavar o rosto. Sim, um tratamento básico para alguns, mas que outras pessoas esquecem e não o fazem. Lave o rosto com sabão duas vezes por dia de preferência, ao acordar e antes de dormir. Depois disso, procure utilizar o protetor solar, que protege a sua pele dos raios solares e evita problemas futuros, como o envelhecimento da pele e manchas solares.

Caso você se maqueie todos os dias e utilize inúmeros produtos, lembre – se que é necessário tirar qualquer produto do rosto com algum gel de limpeza ou algum adstringente para que você durma com a sua pele limpa e ela consiga respirar.

Tendo falado da limpeza, podemos falar dos produtos baratinhos. Invista em esfoliantes faciais naturais, que pode ser feito com ingredientes baratinhos. Eles podem ser feitos com ingredientes de cozinha, como o óleo de coco em conjunto com café e açúcar. Faça estes procedimentos de 15 em 15 dias, que sua pele ficará macia e com brilho.

O tônico, embora algumas pessoas não saibam ou não reconheçam sua importância, é essencial para que a pele fique brilhosa e com um ‘ar’ revigorado. E por fim, não se esqueça de hidratar a pele, o que também pode ser feito com produtos baratinhos, afinal, existem inúmeros ingredientes que podem ser utilizados para mesma: mel; óleo de coco, babosa, argila e outros ingredientes similares. O óleo de coco, por exemplo, pode ser utilizado também nos lábios.

Existem inúmeros ingredientes simples e do dia-a-dia que podem ser introduzidos em máscaras para o corpo, para o rosto e até mesmo para o cabelo. É só escolher, e aproveitar estas boas notícias!

Glamour e dinheiro através das redes sociais, quem não quer?

Se há uma coisa que ultimamente vem atraindo de forma surpreendente a atenção de jovens e adultos das mais diferentes classes sociais, não só do Brasil como também do planeta inteiro, é a vida de youtuber e de influenciador digital.

Mas, quem é que não gostaria de ganhar o pão de cada dia e de ter um estilo de vida confortável fazendo algo goste e que tenha grande afinidade pessoal?

Em razão disso, a cada dia, novos rostos surgem nas redes sociais com os mais variados conteúdos a fim de conquistarem seguidores e admiradores e, principalmente, parcerias com representantes de marcas de produtos de consumo. E assim, consequentemente, garantirem um lugar ao sol no amplo mundo do showbiz virtual.

Realmente o universo dos famosos youtubers e influenciadores digitais é um mundo que pode causar fascínio em qualquer um. Assim sendo, acontece muito de algumas pessoas se influenciarem de maneira tão intensa pelo glamour e estilo de vida representada pelos influenciadores digitais, que acabam tentando reproduzir ao máximo o dia a dia de seus ídolos.

Viagens de primeira classe, hospedagens em hotéis de luxo, alimentação em restaurantes renomados, receber mensalmente produtos premium, quem não gostaria? E é esse universo, que geralmente é mostrado pelas famosas bloggers que incentivam milhares e milhares de meninas a conquistarem o mesmo.

Alguns se esquecem, no entanto, que a vida de luxo e glamour de grandes influenciadoras digitais não aconteceu da noite para o dia. Que algumas delas começaram a dar os primeiros passos aos poucos, anos atrás, quando quase ninguém acreditava que as dicas e sugestões apresentadas por ela dariam resultado.

Hoje, porém, como a vida de blogueira e de youtuber parece ser algo bastante promissor e rentável, não há quem resista a se aventurar a também tentar conquistar um pouco de fama e de dinheiro através das redes sociais.

Rede de fast food troca canudos de plástico por canudos de papel

No Reino Unido e Irlanda vigora o Pacto do Plástico, apresentado pela primeira-ministra Theresa May, no qual as empresas envolvidas se comprometem a reduzir totalmente o uso do plástico até 2025. Além disso, devem utilizar materiais reciclados na produção de vasilhas de plásticos. O objetivo do Pacto do Plástico é reduzir a poluição dos rios e mares, como noticiado pelo site Uol.

Nesta conjuntura, o McDonald’s (que possui mais de 1300 lojas no Reino Unido) declarou através das redes sociais que vai trocar os canudos de plástico por canudos de papel, como uma forma de atender aos pedidos dos consumidores e se adequar as novas políticas ambientais. Conforme pronunciamento da própria rede, são utilizados cerca de 1,8 milhões de canudos plásticos no Reino Unido. Fora a medida ambiental, a nova posição acatada pelo McDonald’s ajuda no marketing da empresa. Isso significa que além da publicidade normalmente feita, o marketing pode ser voltado como uma empresa que segue as políticas ambientais e conscientes.

Michael Gove, ministro do Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais da Grã-Bretanha, afirmou que a decisão é um grande passo para que outras redes acatem as medidas de conscientização ambiental e que a política adotada pelo McDonald’s vai ser muito contribuitiva para o Pacto. O ministro é um dos maiores nomes que lutam a favor do combate ao plástico no Reino Unido.

Além da rede de fast food, mais 40 companhias se juntaram as novas políticas instaladas pelo Reino Unido, mas ainda não há previsão de que essa medida se espalhe pelos outros países em que a rede possui filiais, as quais contabilizam 199 países. Foi declarado, porém, que haverão testes na Noruega, França e Estados Unidos.

A ideia de trocar o canudo plástico pelo de papel é consequência do tamanho do problema que virou o canudo plástico – no Reino Unido são utilizados mais de 100 milhões e eles são despejados no mar. Animais aquáticos acabam se asfixiando com esses materiais. Soma-se a isso o fato da vida útil do canudo – ele dura, em média, 4 minutos e demora mais de 400 anos para se decompor.

Um novo modelo de franquia irá ajudar refugiados instalados no Brasil

Uma empresa especializada em grãos glaceados e torrados, a Nutty Bavarian, fechou uma parceria com a Adus – Instituto de Reintegração do Refugiado – com o objetivo de proporcionar uma oportunidade profissional focada aos refugiados que estão vivendo no Brasil. Esta ideia serve de modelo e inspiração para as “franquias solidárias”, que busca ajudar principalmente esses refugiados, que na grande maioria das vezes, acabam ficando de fora das oportunidades do mercado de trabalho.

“O projeto com a Nutty Bavarian vai ao encontro da missão do Adus, que é a de promover a reintegração das pessoas em situação de refúgio no nosso país. Estamos muito felizes com a parceria”, explica o diretor geral do Adus, Marcelo Haydu, que fala sobre a franquia com muito orgulho pelo serviço prestado ao desenvolvimento econômico e social.

Segundo Adriana Auriemo, diretora da Nutty Bavarian, o objetivo é conseguir que os refugiados possam fazer parte dos franqueados da empresa, exercendo diversas operações que irão expandir cada vez mais a empresa, sendo uma delas os operadores de quiosques. A diretora também aponta para o modelo que será utilizado, e substituirá a taxa de franquia, sendo este valor já incluso no quiosque e nas ferramentas utilizadas na preparação do produto. Também serão instituídos preços mais baixos para atender o fornecimento de matéria prima para os franqueados refugiados, possibilitando assim um maior grau de produtividade e maiores oportunidade de firmarem o negócio a médio e longo prazo.

“É uma oportunidade deles começarem algo com suporte e acompanhamento, o que é um benefício enorme para quem vem de outro país, sem falar direito a língua, sem conhecer as regras do Brasil, sem o network tão necessário pra se ter um negócio próprio”, explica a diretora.

De acordo com a ONU – Organização das Nações Unidas -, em 2016 foram 65,6 milhões de pessoas que tiveram que deixar seus países de origem devido a conflitos, política, fome, falta de infraestrutura, entre outros motivos. O Brasil abriu as portas para a entrada de 9.552 imigrantes de acordo com os últimos dados, sendo eles de 82 nações diferentes espalhados por todo o país.

Novela Gustavo Scarpa finalmente chega ao fim

Depois de duas tentativas frustradas em 2017 o Palmeiras consolida a contratação de Gustavo Scarpa. O contrato é firmado para cinco anos, o meia tem apenas 24 anos e foi apresentado como mais um reforço para a temporada 2018. Gustavo Scarpa travou um briga judicial com o Fluminense clube que defendeu em 2017, do qual só conseguiu sair depois de muito conflito. Somente através de mandato Judicial conseguiu a sua liberação acertando com o Palmeiras. Transação que vai custar aos cofres da Palmeiras cerca de 23,5 milhões.

A direção do fluminense ainda não jogou a toalha e acredita numa reviravolta jurídica, acionou seu departamento Jurídico assim que tomou conhecimento da compra de Gustavo Scarpa pelo Palmeiras. O clube acredita numa reviravolta Jurídica que trará prejuízos financeiros ao Palmeiras.

O Fluminense não satisfeito com o mandato de segurança que o Scarpa conseguiu a menos de uma semana, esbraveja que não medira esforços para ganhar essa batalha. Fluminense afirma que já tem audiência marcada para o próximo dia 16. No caso de vitória do clube das laranjeiras, o Jogador voltará a ser do clube e o palmeiras terá que gastar um pouco mais pelo meia.

Desde o ano passado no final da temporada o atleta já demonstrava descontentamento com o clube das laranjeiras, por questões financeiras e também com um desafeto com os torcedores, o jogador não se apresentou na data marcada para o retorno do elenco que era no dia 3 mas sempre buscou um acordo amigável com o time, o que não conseguiu.

Na eminencia de sofrer problemas com a justiça, o Fluminense amortizou alguns débitos que estava ciente de ter com o jogador, mas não foi suficiente, o atleta entrou na justiça e conseguiu desvencilhar-se do clube.

Apesar da saída conturbada do Fluminense, Gustavo Sparca, não deixou de expressar a gratidão que tem pelo clube, faz uma declaração de agradecimento a todos os profissionais do Fluminense, reconhece a grandeza do mesmo que será sempre maior que qualquer atleta, mas rebate dizendo que esse fato não dá a instituição a prerrogativa de desrespeitar qualquer jogador.

Lembra dos sonhos que realizou durante a sua permanência no clube, mas não esquece todas as vezes que foi desrespeitado e os valores que tem a receber, ficando sempre calado para não expor seus superiores.

General Motors pretende criar frota de veículos autônomos sem volante e pedais

Um novo conceito de veículo autônomo foi apresentado pela General Motors no dia 12 de janeiro de 2018, onde o carro só pode dirigir de forma 100% autônoma. Esse fato é explicado pela simples razão do Cruize AV, modelo apresentado pela GM, não contar com volante e pedais, ferramentas necessárias para um condutor.

Segundo informações divulgadas pela própria GM, a montadora já fez um pedido ao governo dos Estados Unidos para testar o veículo nas ruas, sendo que essa autorização poderá começar a contar a partir de 2019, ano em que a montadora pretende concluir a fabricação de seu primeiro modelo totalmente autônomo.

A General Motors explicou que o modelo segue uma proposta que a empresa tem em criar uma frota com os modelos Cruise AV para atuar em serviços de transporte, algo bastante similar aos serviços do Uber. O prazo para que isso possa acontecer está próximo, a GM estuda que isso seja feito no próximo ano.

Em um comunicado, a General Motors explicou: “Ele não bebe e dirige, não usa o celular enquanto dirige, não fica triste ou cansado, nunca se distrai e não produz emissões”. O que a GM descreveu foi mais segurança no trânsito e menos emissão de gás poluentes no mundo.

Além do grande diferencial do veículo ser totalmente autônomo, a GM facilitou a interação entre o cliente e o prestador de serviço, que nesse caso é apenas o veículo. O cliente pode facilmente se comunicar com o veículo através de botões que foram instalados no que deveria ser o painel do veículo. Embora o veículo funcione de forma totalmente autônoma, a GM não informou se o carro será conduzido com a presença de alguém além dos passageiros.

Até o momento, nenhuma empresa conta com um sistema 100% autônomo, ou seja, que não permita a interferência humana durante a condução. Os modelos atuais contam com sistemas semi autônomos, que podem ser ligados e desligados a qualquer momento pelo condutor.

O novo modelo da GM segue uma linha do modelo Bolt que já é vendido nos Estados Unidos dentre o segmento de veículos elétricos. Esse primeiro veículo da GM passou nos testes nas ruas de São Francisco, nos Estados Unidos. Contudo, a primeira versão do modelo contou com um volante e pedais para que os usuários pudessem utilizá-los em caso de emergência.