Monthly Archive: October 2017

Brasileiro está na liderança de operações locais da empresa Zoeis

O médico veterinário paulista Tiago Papa, 41 anos, tem um exemplo de carreira impulsionado por sua curiosidade e iniciativa de começar novas tarefas. O seu destino de viagem mais comum desde 2009 passou a ser cidade de Parsippany, em Nova Jersey, Estados Unidos. No local é realizada reuniões com os comandantes da empresa americana Zoeis, líder mundial em saúde animal.

A ascensão na carreira de Papa fez o seu destino de voo mudar. Com sua esposa Mariana, e o seu filho de três anos, Papa se mudou para o Chile, na cidade de Santiago, habitada por 6,6 milhões pessoas. As operações locais da empresa americana Zoeis passaram a ser comandadas por Papa. Líder no setor de saúde animal no ano passado a empresa faturou US$ 4,9 bilhões.

No Brasil o executivo atuava como diretor de marketing da unidade de negócios para pets. Agora a responsabilidade tem um alcance muito maior. A partir do Chile toda a empresa ficará a cargo de Papa, que dirigirá as operações de técnicos agropecuários, as vendas e os lançamentos de produtos da multinacional. A missão tem uma grande importância para a empresa que está substituindo o chileno Claudio Rojas Vivanco, líder de operações há 17 anos, aposentado após três décadas trabalhando para a Zoeis.

No Chile o agronegócio é significativo, são US$ 7,5 bilhões gerados no país, representando 3% do Produto Interno Bruto. Apenas com o salmão, foram faturados no ano de 2016 US$ 3,8 bilhões em exportações com um fornecimento com cerca de 70 mercados.

O executivo possui uma experiência sólida no mercado de animais de estimação por mais de 16 anos. Mas agora não existe espaço para o medo de se encarregar de todo o agronegócio do segmento em uma abrangência muito maior que inclui bovinos, aves e suínos.

Papa sabe que o mais importante não é a especialização em um determinado setor. Será preciso usar as melhores estratégias em um contexto mais amplo do negócio. A equipe formada por 19 profissionais entre técnicos e veterinários conta com o seu apoio para vencer os desafios que possam surgir e transformá-los em sucesso, tanto no lançamento de produtos quanto na elaboração de projetos de longo prazo.

 

Pesquisadores revelam que a injustiça incomoda mais que a desigualdade

Quando falamos em desigualdade o primeiro dado que vem à cabeça é em relação ao 1% da população mais rica do mundo. Esse pequeno número é responsável por possuir 50% de toda a riqueza que existe no mundo, segundo as estimativas. Olhando por esse ângulo a desigualdade pode ser vista como um grande desafio da atualidade. Contudo, alguns pesquisadores foram mais a fundo no assunto para tentar fazer uma releitura sobre o problema.

Os pesquisadores argumentaram que em sua análise, a desigualdade não é o principal problema em relação aos povos ricos e pobres do mundo. Segundo a pesquisa feita por eles, o abismo que há entre os dois pontos é apenas um obstáculo, mas a injustiça entre os povos mais pobres é o grande problema. O resultado que eles encontraram analisando adultos e crianças é de que os povos pobres preferem uma “desigualdade justa” do que ter uma “igualdade injusta”.

O grande problema visto pelos povos mais pobres é que a classe rica do mundo possui diversos privilégios por deter a maior parte do dinheiro mundial. Enquanto que os pobres têm a maior carência de oportunidades. A relação entre a injustiça e a pobreza, na visão dos pesquisadores, é o maior desafio a ser enfrentado no século 21.

Eles ainda asseguram que a sociedade só terá uma melhora em relação a desigualdade se a pobreza for vista como uma consequência da injustiça que há entre os privilégios de um e a falta de oportunidades de outro. Os pesquisadores afirmaram que a relação entre essas duas coisas é fundamental para entender o porquê de existir tanta desigualdade em relação ao dinheiro no mundo.

Em relação ao incomodo causado pela desigualdade, os pesquisadores revelaram em uma pesquisa publicada pela Nature, que a sociedade como um todo prefere viver em um ambiente desigual. A pesquisa foi feita por pesquisadores da Universidade Yale e foi intitulada de “Porque as pessoas preferem sociedades desiguais”. Segundo a pesquisa, até mesmo as crianças e os bebês expressam a preferência por uma sociedade desigual.

Embora pareça estranho, os pesquisadores explicaram que o fenômeno ocorre porque as pessoas ficam irritadas quando são tratadas igualmente, pois quem trabalha duro merece uma remuneração maior que as pessoas que quase não trabalham, na visão da sociedade.

Por isso o resultado apontou que uma sociedade onde todo mundo é tratado como igual não é a melhor na visão dos povos mais pobres, mas sim onde não há injustiça em relação a oportunidades que cada um dos povos possui.

 

Qualidade de produção vinícola no Brasil tem reconhecimento

Image result for Qualidade de produção vinícola no Brasil tem reconhecimento

 

No concurso internacional Vinus 2017, em Mendoza, na Argentina, o Brasil teve bons resultados no reconhecimento da produção de excelência de espumantes. O “Ranking Mundial Wine 2017” avalia mais de 450 amostras de 17 países, 42 jurados degustam as bebidas, nesse grupo, 3 jurados são brasileiros. O país apresentou um ótimo desempenho nas avaliações e conquistou 51 medalhas, das quais doze na categoria “Ouro Duplo”, que são conferidas a bebidas que atingem 92 pontos ou mais.

O vinho tinto Bueno Paralelo 31 que é produzido na Campanha Gaúcha pela vinícola do locutor e apresentador de TV Galvão Bueno, foi o único das amostras brasileiras que conseguiram a ótima pontuação. O restante das bebidas eram espumantes, seis delas são produzidas com uvas moscatéis. As excelentes pontuações causaram surpresas nos avaliadores, mas por parte dos produtores essa reação foi esperada por causa do esforço empregado para melhorar as bebidas originadas das uvas da família dos moscados, muito popular ao redor do mundo.

Em vários países é feita a produção de bebidas de destaque dos moscados como em Oregon, nos EUA, Austrália, Itália e Portugal. No Brasil esta classe era pouco valorizada, mas atualmente a cidade de Farroupilha, no Rio Grande do Sul é responsável por 50% da produção brasileira dessa uva. Em setembro existe um evento chamado de Festival do Moscatel que promove esse tipo de uva, nesse ano foi realizada a sétima edição do evento.

Desde 1875 os imigrantes italianos que moraram em Nova Milano, atualmente pertencente a Farroupilha, iniciaram o início ao cultivo de uvas viníferas européias, a partir de então a economia da cidade passou a ser estimulada por essa atividade, obtendo a Indicação de Procedência (IP) para moscatos.

A IP é a primeira etapa para a Denominação de Origem (DO), um conjunto de práticas de cultivo e vinificação que eleva o reconhecimento ao mercado e assegura um nível excelente da qualidade do produto. Em 2005 para aperfeiçoar mais ainda a qualidade os produtores regionais criaram a associação Afavin (Associação Farroupilhense de Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados), presidida pelo proprietário da vinícola Cave Antiga e enólogo João Carlos Taffarel.

Rei da Arábia Saudita concederá as mulheres licença para dirigirem

Image result for Rei da Arábia Saudita concederá as mulheres licença para dirigirem

Saudita, foi decretado que as mulheres poderão adquirir carteiras de motorista e dirigirem livremente pelo país muçulmano ultraconservador. Segundo o anúncio feito pelo rei, as mulheres terão direito de dirigir veículos dentro do país, desde que sigam as mesmas regras determinadas para os homens, de possuir carteira de motorista.

A agência EFE da Arábia Saudita, informou que o decreto passará a valer a partir do mês de junho de 2018. Sendo assim, nesse curto período as mulheres ainda não poderão adquirir a carteira de motorista e nem mesmo dirigir veículos no país. O informe da agência não incluiu mais detalhes sobre o novo decreto que irá revolucionar de uma forma positiva a vida das mulheres.

O rei também criou uma espécie de comitê para que o assunto seja discutido no qual inclui os Ministérios da Fazenda, Interior, Desenvolvimento Social e Trabalho. Todos esses componentes deverão apresentar uma posição direta em relação ao novo decreto e como isso poderá repercutir na vida dos cidadãos. As recomendações de cada ministério deverão ser apresentadas até no máximo 30 dias.

As mulheres da Arábia Saudita eram as únicas no mundo que não tinham licença para dirigir, sendo consideradas criminosas caso violassem a proibição. O único país do mundo a proibir as mulheres de dirigir exibia mensagens machistas afirmando que “as mulheres eram proibidas de dirigir, pois só tinham um quarto do cérebro”. A mensagem virou polêmica na internet ao ser exibida em um vídeo.

A boa notícia para as mulheres sauditas também foi comemorada em outros países, como nos Estados Unidos. A Reuters informou que o Departamento de Estado dos EUA comemorou a aprovação do rei da Arábia Saudita, alegando que isso será “um grande passo na direção certa”.

A ONU também se pronunciou em relação a aprovação das mulheres sauditas de dirigirem como um sinal de desenvolvimento do país na direção certa. Antonio Guterres, o secretário geral da ONU, disse em seu perfil do Twitter que a aprovação é “um importante passo na direção certa”.

Mas a grande comemoração é das mulheres que tiveram seu direito aprovado para dirigirem no país. Esse é apenas um passo que o país começa a dar para que a igualdade de gênero possa se tornar fundamental.

 

José Auriemo Neto é o grande nome por trás da incorporadora JHSF

O empresário José Auriemo Neto alcançou o cargo de presidente da incorporadora JHSF com apenas 27 anos, uma conquista compartilhada por pouquíssimos profissionais do ramo. Considerado precoce desde a infância, Zeco, como é conhecido pelos familiares e amigos, administrou essa posição com bastante desenvoltura, se estabelecendo assim entre os grandes nomes desse setor no Brasil.

Na fase da adolescência, José Auriemo Neto não hesitou em acumular experiências enriquecedoras, tendo se envolvido na Convivência Internacional de Jovens, sediada no Japão, e praticado esportes no exterior, como quando morou na Noruega para jogar futebol em categoria amadora, e também a ocasião em que treinou hipismo com o reconhecido cavalheiro Nelson Pessoa Filho.

Quando chegou o momento de iniciar a faculdade, Zeco escolheu fazer o curso de Engenharia da prestigiada Faculdade de Engenharia de São Paulo (Faap). Todavia, antes de se formar, ele percebeu que não era esse o futuro que realmente queria e optou por abandonar o curso durante o quarto ano. Desse momento em diante, ele começou a acompanhar a rotina da incorporadora de sua família, que na época era comandada pelo seu pai, Fábio Auriemo.

Desde os anos 90 a JHSF passou a investir pesado na incorporação imobiliária, período em que a empresa adotou uma série de mudanças no seu posicionamento de mercado. Em um primeiro momento, a empresa apostou na incorporação de edifícios comerciais, avançando logo em seguida para a incorporação de grandes centros comerciais, como é o caso do Shopping Metrô Santa Cruz, que fica na cidade de São Paulo.

Como presidente da empresa, José Auriemo Neto fez a escolha de direcionar a empresa para o mercado da alta renda, o qual se desenvolvia de modo rápido naquele período. Nesse segmento, o projeto mais importante da incorporadora foi o Parque Cidade Jardim, um complexo de luxo que está situado na Marginal Pinheiros, uma área da cidade de São Paulo que muitos consultores interpretaram como pouco indicada para receber um complexo de luxo.

Apesar das opiniões negativas, José Auriemo Neto investiu nesse projeto e deu continuidade a compra do terreno na Marginal Pinheiros, que consistia em um espaço de mais de 80 mil metros quadrados. Ali, foi construído o imenso complexo imobiliário que abriga um grande shopping center com mais de cem lojas de luxo, prédios residenciais, torres comerciais, restaurantes, academias e um prédio que funciona como sede do hotel Fasano. Após ser concluído, o Parque Cidade Jardim trouxe um ótimo retorno para a empresa, sendo essencial para que a JHSF crescesse no mercado brasileiro.

Atualmente, apesar do dia a dia agitado e repleto de compromissos, José Auriemo Neto aproveita os seus momentos de folga para se manter ativo e longe do estresse, praticando um novo esporte, o golfe. Já em relação a sua vida pessoal, o empresário é muito discreto mas não esconde o quanto é bem-sucedido nesse aspecto, formou família com a esposa Mariana Landmann Auriemo e os dois filhos do casal, Antônio e Olivia, com quem ele se esforça para passar o máximo de tempo possível.

 

Qual o papel desempenhado pela imprensa?

Todos os dias estamos às voltas com notícias, sejam elas locais ou de qualquer parte do mundo. A diversidade de informações atualiza e abastece de conhecimento milhões e milhões de pessoas. Os veículos de comunicação: jornais, revistas, internet e suas mídias digitais, radiofônicas, televisivas entre outras, oferecem os mais variados assuntos para quem quiser ler, ouvir ou ver.

A imprensa, no seu todo, tem a oportunidade de fazer com que as pessoas possam processar as informações recebidas e através delas formar opiniões sobre os diversos assuntos noticiados. Esta característica transforma a imprensa numa poderosa ferramenta na formação de opiniões e principalmente na indução da aceitação, ou não do que é noticiado. Assim, o que a imprensa propõe, seja por escrito, por transmissão de rádio ou televisão e ainda pelas mídias digitais é levado em consideração por milhões de pessoas.

O que aqui se explora nada mais é do que a presença da imprensa e sua influência na vida das pessoas, pois as informações podem mudar rumos de vidas, de governos, empresas entre outras. Não é raro encontrar na História mudanças abruptas por consequência de notícias veiculadas, como por exemplo: a renúncia do presidente americano Richard Nixon envolvido no caso Watergate e que foi publicado pelo jornal Washington Post, em junho de 1972. Outro fato que abalou as estruturas sociais em todo o mundo diz respeito ao caso em que o jornal The Boston Globe, através de uma equipe de jornalistas, a SpotLight, após farta investigação torna público casos de abuso e pedofilia por padres da Arquidiocese Católica de Boston, nos Estados Unidos.

Os casos do Watergate e da equipe SpotLight, são apenas duas das grandes notícias reveladas e que mudaram os rumos de instituições governamentais e religiosas. Assim como elas tantas outras aconteceram e acontecem pelo mundo, sejam restritas em pequenas e grandes cidades, estados ou países.

Desse modo cabe o questionamento sobre qual o verdadeiro papel da imprensa e o seu comprometimento com a verdade através dos fatos expostos ao público. A influência pode ser positiva e negativa, ou tendenciosa, abusiva, de interesse corporativo e assim por diante.

O papel da imprensa na história do mundo deve estar vinculado apenas à verdade, sem qualquer atuação tendenciosa para formar opiniões que possam reverter situações impróprias de pessoas ou governos, como acontece hoje no Brasil.

A imprensa não é o quarto poder e não tem nada a ver com poder, tem com a verdade e apenas a verdade e quando se compromete com a verdade arrebanha seguidores fiéis e são esses que têm o poder de mudar aquilo que acreditam ser necessário mudar, pois é o povo quem tem e detém o primeiro, segundo, terceiro, quarto poder, ou seja lá quantos existam.

 

Empresa Chinesa Baidu investe em carro sem motorista

Com a modernização vem a automatização de várias tarefas, entre elas está a de dirigir. A chinesa Baidu e diversas empresas estão investindo em uma tecnologia que permite carros sem motorista.

A empresa Baidu está aplicando uma estratégia corporativa para obter outras fontes de lucro, por isso, está apostando em algo fora de seu núcleo principal. Em 2016 uma grande parte da receita da empresa foi perdida com anúncios depois que o governo impôs novas regras mais restritivas em relação a publicidade em saúde.

A Baidu tem um projeto nomeado de Apollo da Baidu, usado também como nome da missão da NASA para a Lua, que tem o propósito de criar uma tecnologia para carros totalmente autônomos. De acordo com a empresa, será possível ver os carros operando de forma autônoma nas cidades chinesas até 2020.

As parcerias para alcançar esse objetivo não são poucas, 70 parceiros de muitos setores da indústria automotiva estarão envolvidos no projeto, há pouco tempo, no mês de julho havia 50, de acordo com o grupo chinês. Entre os recentes colaboradores está a empresa de microprocessadores Nvidia e TomTom, atuante no serviço de mapeamento.

Existe um fundo de 10 bilhões de iuanes (US$ 1,52 bilhão) destinados aos veículos autônomos que irá servir como suporte financeiro para acelerar o desenvolvimento técnico do projeto, e assim dar condições de disputar com rivais norte-americanas, entre elas estão: Uber, Tesla e Waymo da Alphabet. Haverá um investimento em projetos de direção autônoma nos 3 anos seguintes, conforme comunicou a Baidu.

A intenção da empresa é aplicar a sua tecnologia em estradas e rodovias progressivamente até 2020. Os parceiros atuarão dando o suporte necessário para o projeto fornecendo automóveis, sensores e diversos componentes para o desenvolvimento do projeto.

Não foi simples entrar em um acordo com as regras chinesas locais, pois não era permitido aplicar testes em rodovias, no entanto, isso não impediu o vertiginoso aumento do ecossistema de parceiros.

Foi realizada uma investigação em julho pela polícia de Pequim para averiguar se a empresa cometeu algum descumprimento das regras de tráfego municipais, com o objetivo de testar seus carros autônomos em rodovias públicas para uma apresentação de coletiva de imprensa.

 

Ricardo Tosto reporta visão de gerente da Totvs Consulting sobre mudanças trabalhistas

De acordo com as informações transmitidas por Ricardo Tosto, sócio fundador do renomado escritório de advocacia Leite, Tosto e Barros, além das mudanças decorrentes da Reforma Trabalhista, as organizações deverão se preparar também para o eSocial que será validado a partir do início de 2018. Para Renata Seldin, gerente sênior da Totvs Consulting, “Em conjunto, eSocial e Reforma Trabalhista representam um grande marco nas relações entre empregados e empregadores, empresas e governo”.

A polêmica Lei 13.467, referente à Reforma Trabalhista brasileira, foi sancionada pelo atual presidente da república Michel Temer, no dia 13 de julho de 2017.

Ricardo Tosto noticia que as mais de 100 alterações a serem aplicadas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), segundo Seldin, visam “modernizar e atualizar as relações de trabalho”. Entre estas modificações estão o reconhecimento da jornada 12×36; o cálculo referente ao deslocamento; a duração semanal para o trabalhador parcial; intervalos de repouso e alimentação; remuneração da hora extra e banco de horas; e, o parcelamento das férias. Ainda conforme a gerente, duas das mais importantes alterações previstas na Lei, como a autenticação de trabalhos home office e modelos de prestação de serviço intermitente, são alguns dos exemplos do impacto trazido pela Reforma.

Já o eSocial – Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, é um sistema eletrônico desenvolvido pelo Governo Federal que tem como objetivo reunir de maneira simples e padronizada os registros de informações dos trabalhadores em um único banco de dados controlado por órgãos da Administração Pública, assim mantendo a periodicidade e rapidez no envio das informações. Serão comunicados dados referentes a contribuições previdenciárias, mudanças contratuais, aviso prévio, informações sobre FGTS, entre outras informações relevantes ao histórico de trabalho do funcionário.

O propósito da implementação do sistema é estabelecer um modelo padrão para facilitar a prestação de contas, deste modo gerando mais produtividade com a simplificação dos processos e segurança no envio de dados trabalhistas, fiscais e previdenciários. O advogado e empresário Ricardo Tosto ressalta que para Renata, essas alterações previstas para o próximo ano “impactarão a forma de trabalho, que será mais facilmente controlada e fiscalizada”. A gerente sênior ainda salienta que usar corretamente a tecnologia desenvolvida acarretará em boa comunicação entre os envolvidos, isto é, funcionários, empresas e governo.

É estimado que o sistema, cuja revisão vem sendo feita desde a publicação de seu primeiro manual, em 2013, passe a vigorar em janeiro de 2018 para os negócios em que o faturamento do ano de 2016 tenham excedido R$78 milhões. O advogado Ricardo Tosto reporta que no Brasil supõe-se a existência de aproximadamente 14 mil empreendimentos que se enquadram nesta situação, porém quase a metade desse total não está preparada para iniciar esta transferência das informações.

Finalizando, Renata Seldin, fala sobre a importância das instituições manterem a organização dos dados e entenderem o funcionamento do novo sistema, pois a eficiência do programa só fluirá de maneira efetiva através da cooperação das empresas ao fornecer todas as informações necessárias com o mínimo de erros e atrasos, lembra Ricardo Tosto.

 

A partir de novembro a troca de roupa e o horário de almoço serão descontados

Image result for horario de almoço

Com a sanção da nova lei trabalhista, o trabalhador passará por mudanças no ambiente de trabalho a partir do mês de novembro deste ano. Segundo a reforma que foi sancionada pelo presidente da república Michel Temer, uma das mudanças que os trabalhadores irão sentir é em relação à jornada de trabalho.

De acordo com as novas regras, as horas que o funcionário passa dentro da empresa não serão contabilizadas como jornada de trabalho, sendo assim não importa quanto tempo o trabalhador passe dentro do ambiente de trabalho, se ele não estiver efetivamente trabalhando, àquela hora não fará parte da jornada de trabalho.

Isso quer dizer que o horário de almoço, assim como aquele tempo gasto com a troca de roupa, não serão mais contabilizados para a carga total do funcionário. Qualquer horário que o empregado precise para realizar alguma tarefa que não seja trabalhar, será descontada de sua jornada de trabalho.

Atualmente, os funcionários recebem as horas trabalhadas de acordo com o tempo em que passam dentro da empresa, seja efetivamente trabalhando ou não, como é o caso do horário de almoço ou da pausa para o café.

Na nova lei, as atividades como: estudo, descanso, interação entre colegas, alimentação, práticas religiosas, higiene pessoal e troca de uniforme, não serão consideradas para a jornada de trabalho dos funcionários.

Contudo, alguns especialistas alegam que a lei possa ter algumas exceções, como é o caso do funcionário que precisa obrigatoriamente colocar seu uniforme dentro da empresa. Neste caso, o funcionário terá esse horário incluído na jornada de trabalho.

Muitas pessoas se opuseram a essas regras alteradas nas leis de trabalho, uma vez que qualquer atividade que o funcionário faça dentro da empresa é em função de seu trabalho, como diz na atual lei. Alguns advogados como Roberto Hadid, especialista em leis trabalhistas, dizem que a jornada de trabalho atual engloba todas as horas que o trabalhador demanda dentro ou fora da empresa que seja em função de seu trabalho, podendo ser desde o lanche feito na empresa até o horário que o trabalhador dispõe para chegar no trabalho.

“Tudo aquilo que é feito dentro ou em função da empresa se caracteriza como jornada de trabalho”, disse Roberto Hadid.